Áreas do Conhecimento

Identidade e autonomia

A construção da identidade ocorre na medida em que a criança vai garantindo seu pertencimento no grupo como: um “outro”- diferente dos demais.
Legitimada nas diferenças, a criança vai conquistando sua autonomia.
O desenvolvimento da autonomia dá-se no convívio social e desenvolve-se em ambiente de cooperação, confiança e afeto.

Movimento

O movimento humano é mais do que simples deslocamento do corpo no espaço: constitui-se em uma linguagem que permite às crianças agirem sobre o meio físico e o ambiente humano. Ao movimentarem-se, elas expressam sentimentos, emoções e pensamentos, ampliando suas possibilidades de interação no mundo.

Linguagem oral e escrita

A linguagem expressa pensamentos e sentimentos. A oralidade bem construída permite o avanço na capacidade de justificar as próprias ideias de forma cada vez mais compreensível. Textos literários, tradição oral, contos, poesias, fábulas, textos de convenção (bilhetes, receitas, convites, cartões), textos informativos (jornal, legendas, registros) fazem parte da rotina da criança. Envolver a criança em práticas sociais da leitura e escrita, desde muito cedo, despertará nelas futuramente o prazer de ler e escrever.

Natureza e Sociedade

O mundo onde as crianças vivem se constitui em um conjunto de fenômenos naturais e sociais indissociáveis diante do qual ela se mostram curiosas e investigativas. Desde muito pequenas, pela interação com o meio natural e social no qual vivem, as crianças aprendem sobre o mundo, fazendo perguntas e procurando respostas às suas indagações e questões.

Raciocínio lógico – matemático

O conhecimento matemático nas crianças desta faixa etária deve priorizar a “noção de número” para depois usar os sistemas de numeração.
Nesta perspectiva, atividades de seriação, classificação e ordenação, devem ser amplamente utilizadas para que a criança aprenda a conservar as quantidades. Trocas sociais da criança com seu meio são bases de boas aprendizagens matemáticas inclusive para resolução de problemas.

Artes plásticas, visuais e música

As linguagens artísticas (artes plásticas, música) sensibilizam as crianças para outras formas de expressão e comunicação do seu mundo interno. Os jogos corporais, musicais criam competências para elas lidarem com sons, ritmos, melodias, formas, cores, imagens, gestos…
É fundamental incentivar expressões que articulem diferentes linguagens a fim de que a criança tenha um espaço para se expressar na sua totalidade.
Os sons e a música constituem fonte importante de conexão cultural, e desde muito cedo o bebê estará conhecendo e se apropriando de sonoridades características do lugar onde vive.

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Rotina

Contribui para o desenvolvimento da autonomia da criança. Quando se está em um ambiente conhecimento e no qual se pode antecipar a sequencia dos acontecimentos dos acontecimentos têm-se mais segurança para arriscar, ousar e agir com independência.
– jogos simbólicos
Os jogos simbólicos, também chamados de jogos de- faz- de conta, são parte do “universo brincante” da infância. Em cada etapa do seu processo de desenvolvimento, as crianças se utilizam de instrumentos diferentes e sempre adequados a suas condições de pensamento.
Ao brincar de faz-de-conta, as crianças buscam imitar, imaginar, representar e comunicar de uma forma específica seu conhecimento sobre o mundo que a rodeia, na tentativa de entendê-lo e se inserir nele. E, embora aparente fazer o que mais gosta a criança, quando brinca, aprende a se subordinar às regras das situações que reconstrói. Essa capacidade de sujeição às regras, imposta pela situação imaginada, é uma das fontes de prazer do brinquedo e, também um espaço de aprendizagem!

Brincar

Brincar é o principal modo de expressão da infância, bem como, uma ferramenta fundamental para a criança aprender a viver e a se desenvolver com autonomia em seu contexto sociocultural.
“brincar é a linguagem secreta da criança, que devemos respeitar e aprender a decifrar”…
É brincando, sozinha ou em grupo, que a criança terá a oportunidade de usar seus recursos para explorar o mundo, ampliar a percepção sobre si mesma, organizar seu pensamento e trabalhar seus afetos.
É brincando que a criança desenvolve sua imaginação, além de amadurecer sua capacidade de socialização. A brincadeira pressupõe uma aprendizagem social e, proporciona à criança a capacidade de pensar e experimentar situações novas!

Cantos

Os cantos de atividades diversificadas são uma modalidade de organização do espaço e do trabalho que oferece várias possibilidades de atividades ao mesmo tempo, de modo que as crianças possam escolher onde estar, com qual amigo brincar, e o que fazer. Tais momentos são diários e acontecem por um período delimitado com variedade de materiais e brinquedos diversos.
Com a finalidade de organizar o tempo didático e vivenciar diferentes situações de aprendizagem, a proposta é exercitar a autonomia por meio da disponibilização de diversos cantos, onde as crianças escolherão a que tarefas se dedicarem, de acordo com suas próprias preferências.



Escola Arte Criança

Desde 1973 cuidando e educando crianças de 4 meses a 4 anos de idade.